28 de agosto de 2013

Maravilha



Sem te ver perto
Sem sentir o certo
Você por aqui
Assim, de forma simples
Sair, sorrir, cantar e voar
Em imaginação, ou, na realidade
Não ligo pro tempo ou a idade
Que temos e onde vamos
É natural ir pro mar
Ver o por do Sol e sonhar
Com o dia de poder  flutuar
Na maravilha de esta contigo
Em qualquer lugar.
O tempo foi generoso
Te conheci virtualmente
Fui chato, meio teimoso
Primeiro de ouvi, depois vi
Mas, nada pessoal, tudo virtual
Contudo, sei que é real
Então, sigo em te conhecer
Fecho os olhos, creio em ti ver aqui.

(Leonnardo Monteiro)

20 de julho de 2013

Nosso Caminho


Te conhecer sem querer
saber sem entender
nem ouvi, mas senti
algo sem explicação
coisas do coração
é tolice falar
então, vou vivendo
ficando vivo
sem te perder de vista
meu sentimento é a isca 
para um fim, na pista;
sem carros, motos, ou cavalos
para atrapalhar nosso caminho. 

14 de julho de 2013

Soul Marginal



Ando por ai vendo e revendo. Vejo os vazios de uma dor continua que está no sorriso de quem fingi uma alegria que não existe.  Fantasias em forma de prédios e construções enormes para negar o que está sendo morto. Onde a margem desse livro sem fim mora ?

13 de julho de 2013

Rock n´ roll Pra Sempre


Dias vão dias vem e vão, mas certos dias são marcantes em nossas vidas. Desde pequeno umas certas distorções , vocais marcantes e um som forte estavam próximo de mim.  Porém, somente por volta dos 13 anos conheci o Rock n´ roll , então me rendi a esse estilo.

11 de julho de 2013

Reviravoltas Vividas


Todos os filmes tem sempre um pouco de drama, um pouco de ação e uma boa reviravolta, afinal quando não se tem isso o filme fica morno, chato e as vezes sonolento. Quando se trata da vida real não é diferente.

7 de julho de 2013

Quero mais


Não quero palavras, quero ação, mostra um coração pulsando de prazer e fazer seu sangue ferver... 
Sem querer um fim para um começo de uma noite,
Afinal a morte é a sorte de um sono tranquilo, depois de tudo aquilo que podemos viver.
Pense bem , sentir puramente o prazer de não pensar demais...
E sinta minhas mãos
Percorrer suas costas pedindo mais, 
Encostando na parede aquela vontade que não dá paz 
E vai descobrindo com teus dedos um frenesi,
Com movimentos impossíveis de sentir com meras palavras.
Estou aqui, sem compromisso, sem futuro
Com você no meio do escuro e esperando te encontrar,
Em baixo dos lençóis, sem roupa, sem vergonha...
Lentamente provando um toque suave e intenso
Beijos fortes e extensos, ternamente ligados a epiderme 
Descubro o orgasmo no ato de ouvir apenas um... 
-Quero mais.

27 de junho de 2013

Queria ouvir



Queria ouvir mais sim,
Queria ouvir seus passos,
Queria ouvir atos,
Sentidos de uma noite
Perdido em morte
Sentido a sorte ir,
Vendo seu olhar distante,
Queria ser um gigante,
Porém sou só menino
Sem beira e caminho.
Indo onde meu coração bate,
Onde minha cara arde
Em um chão,
Aquele chão que você deixou eu cair.

A vida segue...





A vida sempre cheia de altos e baixos. Posso até comparar com uma montanha que escalamos todo dia, um dia estamos perto do topo, mas em outros dias escorregamos e temos que escalar tudo novamente. E assim vai seguindo a vida, quando chegamos no cume do monte não passamos muito tempo. E a vida segue.

As pessoas que queremos as vezes não estão com a gente, ou estão, contudo não do modo que queremos. E sempre tem um “mas, porém, entretanto, todavia...” Nos afasta do que queremos, ou, precisamos e a culpa nem sempre é de nós. O tempo pode ser o melhor amigo, porém pode se tornar nosso pior inimigo se não tivermos paciência. A vida segue...

25 de junho de 2013

20 de junho de 2013

Protestos No Brasil



Todo o mundo conhecia o lado apático, malandro e relaxado do brasileiro, contudo a copa e toda sua corrupção que está por baixo dos panos despertou o povo para um novo prisma, uma nova discussão que na verdade é antiga.

No começo da década de 1990 tivemos algo parecido com “os caras pintadas” e agora estamos caminhando para uma luta contra a corrupção, a luta por um país mais justo para todos. Temos um palco mais amplo com a mídia internacional de olho em nosso Brasil, temos um pouco mais de voz, porém querem nos calar com falácias e tiros de opressão tanto pelo lado do Estado como pelas mentiras contadas nos Jornais.

1 de junho de 2013

Junho; o Começo De Um Fim




 
Lá vem Junho o mês mais temido para minha existência. Sempre dá um frio na barriga antes de acrescentar mais um ano em minha existência. Penso no tempo atual, penso no presente e penso no futuro... E, talvez pense demais.
O relógio não é amigo de ninguém, os homens vivem buscando uma formula para viver mais, um jeito de ficar mais conservado, inteiro, mas o nosso destino é um só. Caminhamos para o fim, vamos para a morte. Não tem jeito, nascemos, vivemos, ou, sobrevivemos... E morremos.
No tempo de criança a minha preocupação era brincar, viver minhas fantasias, criar meus impérios invisíveis, dar vida a meus bonecos de plástico... Hoje ainda tenho fantasias (algo mais adulto, ou, não) , crio meus castelos de areia em sonhos e o mar da realidade sempre vem impiedoso para derrubar. Vivo, vivo e sinto esses golpes da vida.
Manter seus ideais não é algo fácil. As piores barreiras são vindas das circunstâncias que existem na rotina, aquelas “surpresas” desagradáveis, pessoas eternas que morrem, aquela coluna que cai... Acidentes de percurso, ilusões em um mar alto. A vida segue e você tenta sobreviver, então a saudade do tempo de menino vem.
Amigos de infância não estão por perto, amores partiram e vem novos amores, novos amigos que quem sabe um dia sumiram, afinal a estrada é longa e todos temos destinos distintos, quem sabe passamos um tempo juntos, porém podemos pegar um trem a qualquer momento e partir. Assim que nós firmamos, nós iludimos e caímos na realidade cruel.
Ser criança é que é bom. Lembre-se de viver com responsabilidade sem esquecer um passado bom, enfim somente as coisas boas valem a pena serem lembradas.

18 de abril de 2013

Aquela Voz






Aquela voz antes de dormir
Aquela voz perto daqui
Aquela voz que me deixa assim
Aquela voz que faz eu sair.

Muito a dizer e pouco falou
Muito para ver e pouco mostrou
Contudo, foi perfeito pra mim.

Teu olhar ao luar
Tua boca na minha... É voar
No brilho de um instante
Um pensamento avante
Aquela voz soante
Me desperta para o real
Na direção fatal
De um coração mortal
E agora vivo mais
Muito mais, para te amar.

24 de março de 2013

Uma Grande Onda




O mundo gira, muitas vezes não giramos. Deixamos ser levados pelo vento, pela vida, ou talvez por uma miragem. As coisas que queremos muitas vezes não acontecem de modo nenhum, ou acontece de outro jeito, então assim a vida segue.

A vida segue, o tempo passa e tudo acontece, você querendo, ou, não isso acontece. Se deixar as coisas rolarem soltas pode ser desastroso e fugir do seu controle. O passado pode vim como um inimigo esperto que aparece no momento no qual menos precisa, e quando falo de passado não falo de um passado bom, falo de um passado de erros e frustrações.